sexta-feira, setembro 25

Guia para o viajante

 
Ao tomar a estrada olhe em frente, sempre em frente.

Use óculos escuros.
Uma blusa solta pra poder sentir o vento agitando-a, pois assim sentirá efetivamente o sabor liberdade.

Mastigue chicletes, dê preferência aos que têm recheio e que manchem a boca de uma cor adorável.

Leve cd’s, vários, de todos os estilos, dos mais agitados aos mais dramalhões que vão te fazer cantar alto e chorar feito criança lembrando do cachorro da infância ou do “cachorro” da juventude.
Cante, cante alto, bem alto. Mas pra isso, escolha estradas largas e pouco movimentadas pelo bem dos ouvidos alheios.
Dê preferência por estradas alternativas, mas nada de atalhos, melhor enfrentar os desafios de frente.

Faça xixi a cada 4 horas e aproveite para esticar as pernas, ler as notícias no jornal da parada, sorrir pra moça do café e finja não ouvir a cantada sem graça do caminhoneiro, mas seja educada.

Barras de cereais, biscoitinhos, chocolatinhos, confeitos, essas porcarias são as melhores companhias numa viagem sem destino, mas, por favor, coma comida de verdade.

E tome água, muita água.

Desligue o bendito celular ou jogue-o fora.
Ligue pra quem você ama do orelhão do posto e cuidado com as pulgas na hora do sono necessário.

Sempre alerta, sempre atenta, sobretudo à estrada, ao destino, aos caminhos.

Esteja aberta a sentir os cheiros, eles dizem tanto. Sinta o cheiro do mato, da gasolina, do café, do chão, do asfalto. Sinta o cheiro que é só teu e que impreguina o carro, sinta teu hálito, engula e sorria, mas não esqueça de escovar os dentes. Pesquisas revelam que o uso de fio dental aumenta a expectativa de vida, então, é melhor não arriscar e garantir mais uns 3 aninhos nas costas que nunca é demais.

Use calçados confortáveis, mas deixe os pés respirarem. Deixe seus dedos provarem a terra molhada após a chuva de verão.

Leia sempre as placas, siga as setas e compre um chapéu.

Pare! Sim, pare quando achar que está cansada, pense, reflita, permita-se aprender com quem parece não ter nada a oferecer. Nas estradas tem gente de todo tipo, com as mais bizarras histórias. Por que não ouvir e ainda ter a chance de escrever um livro depois?

Fotos...Isso, estavam faltando as fotos. As polaroides, como dizia uma velha amiga, são as melhores, mas andam tão difíceis de serem achadas, talvez num bom antiquário...mas sem problemas, que seja uma máquina digital mas não esqueça de revelá-las para sentir as imagens presas para sempre em papel. Papéis são coisas que a gente guarda pra sempre, sobretudo folhas A4.

Dica: fotos devem ser tiradas com seus olhos em primeiro lugar, depois com a máquina, porque assim elas serão aquelas fotografias particularmente impregnadas de alma e estas são as mais belas e só elas têm o poder de emocionar e são as que seus filhos terão o prazer de ver no futuro.

Tome cafeína. Mas chá de camomila é tão bom numa noite fria de insônia.
Mas cuidado, não pegue no volante depois de um porre de camomila e outra dica: sai dessa de insônia e se ficar triste, tem direito, mas não se demore nessa, a vida é tão mais. Digo isto com a experiência de quem tem calos nas mãos.

Pra fechar, vamos rever os pontos principais:

Proteja-se
Esteja atento ao caminho
Cuide de você
Respeite os demais
Tenha olhos curiosos
Tome água e coma bem
Sorria
Descanse

e...

Aproveite a viagem!


“Eu quero a sorte de um chofer de caminhão
Pra me danar por essa estrada, mundo afora,ir embora
Sem sair do meu lugar.”

(Darla)

7 comentários:

Priscila Rôde disse...

Darla, que máximo ficou esse texto. Me deu uma vontade louca de viajar.. rsrs AMEIIIII.

Deu um ânimo maravilhoso..

Beijos

Jones Mariel Kehl disse...

Lá está: "a vida é tão mais".
Viajei lendo com vontade de viajar pra mais longe.
Parabéns pela capacidade que tens de fazer emocionar.

:).

Darla disse...

fico imensamente feliz por isso

Benet disse...

poxa...estou vendo que as noites de Domingo com o carro tem te inspirado...hehehehehhhehe

É bom estar de volta !

Beijos

Anônimo disse...

passando por aqui novamente.. adorei o guia! pena que eu não dirijo! :)

- fay.

***MissUniversoPróprio*** disse...

Texto maravilhoso...viagens são excelentes oportunidades para mergulhar dentro de si, observar o cotidiano e inspirar-se para a vida.

Beijos, e obrigada pela visita e comentário lá no blog, fique sempre à vontade. ;)

=**

.Fran. disse...

Lindo, perfeito!
ótimas dicas! É uma viagem em nós mesmos.
Bjus!

Related Posts with Thumbnails