domingo, março 22

Conjugando o verbo 'Claricear'

Falta-me prazer nas coisas e sobra-me esse desejo dele ...

Os olhos Dela assim tão sérios e até gélidos
[Nunca imaginaria ter tanta vida ali, sob eles, e menos ainda, ter tanto de mim, tanto desse algo como eu mesma, que nem me sei o nome]

Fui entrecortada por aquelas linhas, dilacerada pelas palavras que Ela cozera.
Entrecortada sim, como a luz que invade qualquer janela e lugar que deseja dominar.

Fui rasgada como véu, exposta a mim mesma numa nudez constrangedora,
e boquiaberta, pasma, faltou-me a reação, que me costuma ser natural.
Sobraram-me sim, desajeitos,
faltaram-me as respostas prontas, das quais lanço mão como que abrindo um almanaque de frases feitas para coisas que não as devem e nem podem ter.

Gélida como aquele olhar,
imóvel como o criado mudo que observa a intimidade do casal sem nunca os apontar,
ali, largada,
entre as páginas fiquei,
e o fôlego preso...

Que só agora percebo.

(Darla)

Um comentário:

Música e caipirinha disse...

Faltar prazer nas coisas e sobrar o desejo.. isso é algo muito comum nos dias de hoje, como diz a música: "o mundo anda muito doente, o homem que mata, o homem que mente, o mundo anda muito gripado, o açúcar é doce o sal é salgado"

Related Posts with Thumbnails